Santa Cruz do Capibaribe

Conhecida como a Capital da Sulanca ou das Confecções, Santa Cruz do Capibaribe se localiza a 192 km do Recife. Dona da maior produtora de confecções de Pernambuco, segundo o SENAI, e a segunda maior produtora de confecções do Brasil, possuí o maior parque de confecções da América Latina em sua categoria, o Moda Center Santa Cruz.

Segundo informações da Prefeitura, a história da cidade começa em 1750, quando o português Antônio Burgos, que por recomendações médicas procurava um local que favorecesse sua saúde, construiu uma cabana de taipa para se alojar com sua família e escravos na confluência do rio Capibaribe com o riacho Tapera.

O nome do município se origina da grande cruz de madeira que foi colocada em frente a uma capela construída próxima à casa deste português, a partir da qual teve início o povoamento. Crucifixo esse que é conservado até hoje na Igreja Matriz. Nascido como um distrito, foi elevado à categoria de município com a denominação de Santa Cruz do Capibaribe em 29 de dezembro de 1953, data marcada então como o aniversário da cidade.

A partir daí, após sobreviver do feijão, milho e outras culturas de sobrevivência e já existindo as tradicionais colchas de retalhos, alguém de forma inteligente, ao separar os retalhos de tecidos, usou os de maior tamanho para confeccionar shorts, que desta forma, lhe daria mais lucro. A nova ideia se multiplicou em todas as costureiras da região e, por se tratar, na época, de algo reciclável, o preço daquele produto era irresistível, ganhando qualquer concorrência. Com um produto de fácil venda, os homens se transformaram em mascates e percorreram inúmeras feiras do Nordeste, vendendo os produtos, enquanto as mulheres em casa, usando de criatividade, inovavam produzindo outros artigos de vestuário, como: saias, blusas, camisas, conjuntos infantis, anáguas e outras.

Sobre as festas juninas da cidade, Santa Cruz do Capibaribe popularizou a festa São João da Moda, que chega a sua sétima edição em 2019, mantendo a tradição de trazer atrações do cenário nacional, contemplando também os artistas locais e regionais. O evento este ano acontece novamente no espaço do Estádio Municipal Ary Barbosa de Lima, o Aryzão, no bairro Nova Santa Cruz.